topo Alergolatina

imunoestimulantes

Existe grande procura para vacinas contra patógenos que causam infecções recorrentes associadas a imunodeficiências. Nestes casos, onde há uma insuficiência no combate ao microorganismo patogênico e uma reduzida imunidade celular, são desejáveis medidas que estimulem essa imunidade.

 

Por esse motivo, indicamos a manipulação da Vacina Estimulante da Resposta Imune Celular (VERIC) ou da Vacina Estimulante da Resposta Imune Celular – Desvio Imunológico (VERIC-DI), composta de extratos de antígenos que exercem comprovada ação imunoestimuladora.

 

Tais vacinas imunoestimulantes também podem ser associadas às vacinas antialergia com o objetivo de aumentar a eficácia da imunoterapia alérgeno-específica.

 
Imunoestimulante VERIC Alergolatina

VERIC

vacina estimulante da resposta imune celular

baixe o conteúdo completo
 
Respostas imunes mediadas por linfócitos T

As respostas imunológicas contra antígenos estranhos ao organismo são mediadas por subpopulações de linfócitos T. Os linfócitos Th1, quando acionados, liberam citocinas IL-2 e interferon gama, responsáveis pela imunidade celular; já os linfócitos Th2 liberam as citocinas IL-4, IL-13 e IL-5, que estimulam linfócitos B, responsáveis pela resposta imune humoral, incluindo a produção de anticorpos da subclasse de imunoglo- bulinas E (IgE), e eosinófilos, podendo resultar em doenças como asma, rinite, e reações anafiláticas.

 

Composição e Apresentação

 

Frasco-ampola neutro contendo 5,0 mL da vacina, com as seguintes concentrações de antígenos:

Candidina – 0,4 µg/mL;

Tricofitina – 0,4 µg/mL;

Toxóide estafilocócico – 0,4 µg/mL;

Toxóide estreptocócico – 0,4 µg/mL;

Propionibacterium acnes – 36 µg/mL;

 

Indicação

A VERIC pode ser utilizada nas patologias resultantes de deficiência da imunidade celular, como no caso de algumas infecções de repetição (como de candidíase e de herpes simples), com o intuito de reforçar a resposta imune contra essas doenças.

Imunoestimulante VERIC-DI Alergolatinag

VERIC-di

vacina estimulante da resposta imune celular - desvio imunológico

baixe o conteúdo completo
 

VERIC-DI (Vacina Estimulante da Resposta Imune Celular – Desvio Imunológico) representa a nossa versão mais avançada de vacina imunoestimulante, cujo sucesso da ação pró-imunológica é comprovado na prática clínica por médicos especialistas.

 

Indicação

Tratamento de infecções recorrentes resultantes de deficiência da imunidade celular, com o intuito de reforçar a resposta imunológica.

 

Casos de doenças alérgicas, anterior à imunoterapia antialergia ou na forma de adjuvante, com o objetivo de melhorar a eficácia terapêutica dos tratamentos imunoterápicos para alergias.

Trate Infecções de repetição de origem:

  • Viral: herpes simples e verrugas vulgares.

  • Bacteriana: furunculoses, faringites e amigdalites.

  • Fúngica: candidíases vaginais.

Apresentação

A equipe Técnico Científica da Alergolatina, comandada pelo imunologista e pesquisador Lain Carlos Pontes de Carvalho elaborou e desenvolveu a VERIC-DI, com o principal objetivo de aumentar a eficácia do uso das vacinas imunoestimulantes como adjuvante das vacinas antialergia, através do favorecimento do desvio imunológico de TH2 para TH1. 

 

Utilizamos preparados proteicos altamente seguros e eficazes de duas bactérias: a Propionibacterium acnes e a Mycobacterium bovis, cujos antígenos são considerados pela literatura científica como os mais eficientes para a estimulação da resposta imune celular.

 

Composição 

VERIC-DI para aumento da imunidade celular

Frasco-ampola neutro contendo 2,5 mL da vacina com as seguintes concentrações de antígenos:

  • Propionibacterium acnes – 200 μg/mL;

  • Mycobacterium bovis – 5 U/mL.

 

VERIC-DI associada à imunoterapia antialergia específica (adjuvante)

Frasco-ampola neutro contendo 2,5 mL ou 5,0 mL da vacina com as seguintes concentrações de antígenos:

  • Propionibacterium acnes – 20 μg/mL;

  • Mycobacterium bovis – 0,5 U/mL.

 

Desenvolvimento

No início dos anos 80, sob a direção do médico e professor Lain Pontes de Carvalho, elabora-se a vacina LMR, sigla referente às iniciais dos nomes dos três médicos responsáveis pela criação da fórmula, os doutores Lain Carvalho, Marcus Schorr e João Bosco de Magalhães Rios. Composta de soluções proteicas de bactérias (Toxóides estafilocócicos e estreptocócicos) e de fungos micóticos (candidina e tricoftina), a vacina foi muito utilizada na época, com resultados satisfatórios e ainda hoje alguns médicos utilizam de sua fórmula.

 

Até meados dos anos 90, haviam sido publicados trabalhos científicos relevantes mostrando que antígenos da bactéria Corynebacterium parvum, também conhecida como Propionibacterium acnes, eram capazes de induzir a resposta imune celular de forma significativa e duradoura. Neste conceito, a Alergofar elabora a vacina VERIC (Vacina Estimulante da Resposta Imune Celular) e divulga um esquema de tratamento inovador, baseado em aplicações em série única, ou seja, sem que haja o aumento crescente da concentração dos antígenos da vacina. A VERIC foi elaborada pelos médicos Lian Cláudio Pontes de Carvalho e Lain Carlos Pontes de Carvalho, filhos do Prof. Lain Pontes de Carvalho e com a coautoria do Prof. Oliveira Lima. A vacina é composta pelos mesmos antígenos presentes na vacina LMR, porém com a adição da bactéria Propionibacterium acnes.

 

A VERIC foi e continua sendo amplamente utilizada, possuindo eficácia comprovada por décadas de ótimos resultados no tratamento de infecções recorrentes associadas a imunodeficiências, como casos de infecções fúngicas (candidíases de repetição), infecções bacterianas (furunculoses e amigdalites de repetição) e infecções virais (herpes de repetição e verrugas vulgares).

 

No ano de 2008, sob a supervisão do imunologista e pesquisador Lain Carlos Pontes de Carvalho, elabora-se a nossa mais moderna vacina imunoestimulante, a VERIC-DI (Vacina Estimulante da Resposta Imune Celular – Desvio Imunológico), com composição e a concentração formuladas visando favorecer o desvio imunológico (DI) celular de Th2 para Th1. Esta vacina, em adição ao Propionibacterium acnes presente na VERIC, contém um preparado proteico de Mycobacterium bovis, cujo antígeno é recentemente descrito na literatura científica como um pontente indutor da resposta imune celular protetora (do tipo Th1).

 

Além do uso no tratamento de infecções recorrentes associadas a imunodeficiências, a vacina também se aplica para casos de doenças alérgicas. Fato que está em acordo com a chamada ``hipótese da higiene´´, que propõe uma associação entre a redução da exposição a antígenos de microrganismos ambientais nas últimas décadas com o aumento da incidência de doenças alérgicas. A redução do contato com esses antígenos na infância acarretaria em uma disfunção do sistema imunológico, envolvendo não só a imunidade inata, mas também a adquirida, principalmente no balanço Th1/ Th2

 

Por essa razão, o tratamento de doenças alérgicas através da administração de antígenos de microrganismos vem sendo estudado e validado durante os anos. E de fato, os antígenos componentes da VERIC-DI mostraram-se capazes de promover um desvio imunológico caracterizado pelo a inibição da resposta alérgica (do tipo Th2) com consequente diminuição dos sintomas da alergia, devido ao desenvolvimento da resposta celular protetora (do tipo Th1).

 

A adição de vacinas estimulantes nas vacinas antialergia, na forma de adjuvante, é teoricamente capaz de intensificar a tolerância e o desvio imunológico promovidos pela vacina antialergia.

como adquirir nossos extratos

Envie seu pedido e receba com segurança

Produto Alergolatina
foot Alergolatina